Blogagem Coletiva: Uma carta para aqui 10 anos.

"Novamente estou sentada em meu escritório. Ouço no fundo clamores, alguns passam e me cumprimentam, outros apenas finge não me ver. Isso é normal. Leio e releio mais de milhares de vezes o documento que foi jogado em cima da minha mesa. Não entendo o motivo de estar fazendo isso mais uma vez. Foi por isso que eu batalhei tantos anos? Minha mente vacila em desvaneio, e me pego pensando em coisas aleatórias. O fato de estar esquecendo as coisas rápido, me dá um frio na barriga. Meus olhos passeiam pelas fotos espalhadas no mural bem na minha frente. Sorrio. Lembro-me daqueles dias. O fato do meu sorriso sair como não houvesse amanhã, me faz sorrir novamente. Desta vez, em tantos anos um sorriso verdadeiro. E as esperanças corre dentro de mim, como na primeira vez. Meu olhar cai de repente na tela brilhante. NOVO E-MAIL. Abro.

Cosmópolis, 09 de Março de 2015 

Perdi as contas de quantas vezes tentei começar essa carta. Acho que se você, quer dizer, eu, tentar vai conseguir se lembrar das milhares de vezes que apaguei e começei de novo. 
Agora me pego perguntando dentro de mim, será que quando ler. Vou estar muito diferente? Quer dizer, sim estarei. Mas meu carater que me preocupa. Não quero me tornar em um ser sem alma e coração. Não quero viver a minha vida de acordo com os outros. Sempre fui independente. Espero ainda ser. 

E meus sorrisos? Sei que é uma coisa simples, mas sempre amei sorrir. Mesmo com meus dentes tortos, se lembra? Sim eu amo sorrir. Eu ainda sorrio? Eu ainda acho graça das piadas sem graça do meu pai? 

Meu pai. Ele ainda vive? O problema do coração melhorou? Ele finalmente parou de tentar trabalhar tanto para comprar as coisas para mim? Por favor diga que sim. Eu não suportaria saber que em 10 anos ele faleceu. Por favor me diga que isso não aconteceu, que ainda ele está lá, com braços abertos me esperando. Eu imploro por um sim. Sabia que dia 12 ele faz meio seculo certo? Com fé espero que hoje quando estiver lendo ele esteja prestes a completar 60. 
E minha mãe? Parou de se preocupar com pessoas que não ligam para ela? Lembra? Sim acho que lembra. Ela ainda sorri, e vive te mandando mensagens fofas? E as comidas? Sim realmente ela é a melhor. 

Lagrimas, caem dos meus olhos nesse exato momento. Ainda vou ser assim? Emotiva para tudo? 
Eu quero mudar, mas não tanto. Tenho medo das mudanças. Tenho medo de mudar tanto que nem eu me reconheça. 

Droga, faz essas lagrimas pararem. 
E o Lucas? Sim meu grande amor. Ele ainda é meu grande amor? Eu ainda acordo e vejo aqueles olhos puxados me encarando? Ainda durmo sentindo o calor dos seus braços? Ainda ganho presentes sem ter data especial? (risos). Tenho alguma criança correndo nos corredores da casa? Ele ainda diz que me ama a cada cinco minutos, ele ainda fica emburrado quando falo que o Channing Tatum é tudo de bom? (risos). Ainda somos mais que um casal? 
E meu emprego? É o que eu quis? 

ei uma advogada feliz, que tenho um chefe amorzinho, e que ganho a maioria dos casos, diz que tenho meu próprio escritório, porque eu sei que quero lutar por isso. E se nada estiver assim, se levante pegue suas coisas e vá correr atrás do nosso sonho. Futuro eu, você me deve isso. Me deve, uma vida. 

O motivo da carta é para saber se conseguiu ter uma família, se conseguiu virar uma mulher de sucesso, que sorri aos seus filhos, e consegue conciliar reunião importante com os momentos felizes que uma família tem que ter. Conseguiu? Af ainda bem, a luta de hoje é para o grande sucesso que espero de você ai no seu hoje. "

Seco as lagrimas que caem dos meus imensos olhos, sorrio, e me lembro desse dia, me lembro do dia que sentada na varanda da antiga casa me peguei escrevendo. Passo as mãos pelo meu cabelo, fecho o documento em cima da mesa, e olho para a foto lado. Meus homens e eu. Sorrio por conseguir ter uma família tão linda. Meus gêmeos e meu lindo esposo. Sorrio ao ver a foto do lado, meus pais. Sorrio ao ver meus amigos novamente no mural. E vejo que hoje posso dizer um enorme e grande EU CONSEGUI. O que mais eu esperava? Tenho meus filhos, meus pais, e sou uma advogada com coragem e caráter. Obrigada Deus, um grande obrigada. 

POST FEITO PARA A BLOGAGEM COLETIVA DO GRUPO BLOGS UP 






8 comentários:

  1. Que carta lindaa! Você escreve muito bem, amei de verdade! Seu blog é maravilhoso, preciso voltar aqui mais vezes *-* Parabéns!
    Beijos
    http://www.naoaocontrario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa obrigada Janeise, serio, super lindo receber comentários. Obrigada por tudo
      Beijos

      Excluir
  2. Maravilhooso tudo que dizes. Nossa mente realmente é sempre detalhista.
    Lendo parece que enxergo tudo que dizes. A cada detalhe. Parabens.
    Coloque as referencias!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio, mesmo. Muito Obrigada!

      Excluir
  3. Menina como você escreve bem!
    Espero que você consiga tudo isso que deseja.
    Bjokas :*

    http://erika-cunha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que linda, obrigada Erika. Um super beijo.

      Excluir
  4. Fiquei encantada com o jeito que esse texto flui, tipo amei demais! Adorei a carta, queria eu a ter escrito! hahaha' vou tentar fazer isso!
    E que ela sorria sempre!
    Beeijo
    http://oteoremafeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreve também mulher, é super legal. Mostra diversas possibilidades não pensadas.
      Obrigada pelo carinho
      um beijo

      Excluir